Rotina de cuidados do Idoso

Rotina de cuidados do Idoso

Rotina de cuidados do Idoso

Para manter a qualidade de vida e saúde de um idoso, é necessário ter atenção redobrada a muitos aspectos e atividades do cotidiano que os idosos já começam a apresentar alguma dificuldade em realizá-las.

É importante estar atento principalmente a alimentação, a atividade física, o controle de medicamentos, a segurança, consultas ao médico e também a vida social e nós vamos falar um pouquinho mais sobre cada uma dessas atividades a seguir. Vamos conferir?

Dieta e atividade física

Se para um adulto já é recomendado que haja uma dieta balanceada com alimentação saudável e exercícios físicos regularmente, para o idoso não poderia ser diferente. É na terceira idade que essas atividades devem ter atenção mais que especial.

O idoso requer atenção especial à dieta, para que ele mantenha sempre um equilíbrio entre os grupos alimentares adequados e evite excessos. O cuidador ainda deve manter o idoso sempre hidratado, oferecendo uma quantidade suficiente de líquidos ao longo do dia. Para ajudar a manter o bem-estar, o ideal ainda é que seja estimulada a adoção de uma atividade física simples, como caminhada ou hidroginástica.

Nas ocasiões de atividades ao ar livre, é necessário hidratar e proteger a pele com o uso de protetor solar. Caso queira saber mais sobre os cuidados com a pele do idoso, recomendamos que você leia nosso outro post: Cuidados com a Pele do idoso (colocar link).

Medicação em dia

Se o idoso faz uso de medicamentos, é sempre importante estar atento aos horários e doses diárias para evitar o agravamento de doenças. O uso de uma caixa organizadora é altamente recomendável nesses casos, pois auxilia tanto o cuidador quanto o idoso a manter a medicação em dia.

Para não se esquecer dos horários de cada remédio, também sugerimos que se crie uma tabela simples no próprio word ou excel ou adote uma agenda de fácil acesso para que possa estar sempre conferindo os dias, horários e doses de cada medicação.

Segurança no ambiente

Quando se fala em segurança para os idosos, a indicação é tornar o ambiente tão seguro quanto for possível, da mesma forma que seria feito para uma criança. Entre os elementos necessários estão: corrimãos em todas as escadas, rampas de acesso se necessário, boa iluminação, uso de tapetes antiderrapantes, apenas para citar alguns exemplos.

Procure um profissional para a instalação desses itens e adquira produtos de qualidade. Lembre-se do velho ditado: é melhor prevenir do que remediar. Deixe os cômodos acessíveis e protegidos de eventuais quedas ou acidentes que possam acontecer.

Consultas regulares ao Geriatra

A avaliação do geriatra integra diversos aspectos que interferem diretamente na vida do idoso. Isso porque, essa especialidade da medicina estuda o idoso e o processo de envelhecimento. Sendo assim, ele avalia diversos aspectos, entre eles:

  • clínico;
  • cognitivo;
  • afetivo;
  • ambiental;
  • social;
  • econômico;
  • espiritual e;
  • funcional.

O objetivo é identificar problemas já existentes e estabelecer o melhor tratamento para o paciente, bem como uma estratégia para prevenção de complicações futuras. Então, marque visitas regulares ao médico e siga sempre todas as recomendações que o geriatra prescrever.

Círculo afetivo

Amar é cuidar. Por isso, estimule o contato com a família e amigos para que torne essa experiência da terceira idade mais feliz e menos solitária. Além disso, incentive a prática de uma atividade artística ou hobby para passar o tempo. Estas ações oferecem bons resultado e incentivam os idosos a cuidarem de si mesmos e buscarem uma vida plena.


Gostou desse artigo? Veja mais:

Cuidados com a pele do idoso

Conheça os três estágios do Alzheimer